segunda-feira, 17 de julho de 2017

CERA DEPILAÇÃO "EMPLASTOU" NA VIRILHA



Recebi este recado pelo nosso formulário FALE DIRETO COMIGO:

Ola !Tudo bem? Sou depiladora e aconteceu uma caso muito chato ao depilar
 uma cliente,ao fazer a depilação na virilha a cera emplastou
 e quase não conseguia puxa la ,isso aconteceu varias vezes..

Ela continuou contando mas, eu, logo que vi o termo EMPLASTOU sabia exatamente o que ela queria dizer, mas fui procurar uma forma de passar para vocês de maneira mais clara. O verbo emplastar é o mesmo que emplastrar, e logo lembra emplastro para dores, que pode ser comprado pronto em farmácias, pode ser feito de argila ou ainda de ervas medicinais, como mostra a figura abaixo.



Realmente que situação constrangedora para uma depiladora! Mas isso pode acontecer por diversos motivos, e em nossa profissão, como em todas as outras temos de estar preparadas para dar solução aos contratempos, e de maneira mais profissional possível.

MOTIVOS:


1.

Primeiro e principal: erro ao aquecer a cera de depilação na termocera. 

Muitas vezes a depiladora se distrai e não observa que a cera está esfriando 
e saindo do ponto de uso. Quando isso acontece imediatamente se liga novamente 
a termocera, só que nesses casos é necessário deixar a cera esquentar bastante 
novamente e depois aguardar a cera esfriar o tempo necessário para chegar de novo 
ao ponto de uso. Se não tiver esse cuidado poderá acontecer duas coisas: 
Ou a cera irá açucarar ou então não estará no ponto de uso ideal e irá 

EMPLASTRAR = ENROSCAR nos pelos.



2. 

Quando os pelos da virilha estejam muito compridos, é necessário aparar os pelos antes de depilar, do contrário dificultará a 
depilação e
 grudará na cera de maneira "emplastrada". Quando isso acontece não 
tem muito o que 
fazer, a não ser cortar os pelos onde passou a cera. Isso deve ser 
feito com muito cuidado. 
Não adianta tentar tirar a cera de outras maneiras, 
porque só irá fazer a cliente sofrer e 
deixar a situação ainda mais constrangedora.



3. 

Outro motivo pode ser a própria cera em si, que é imprópria para depilação da virilha. Existem ceras que são excelentes para o rosto, para buço, sobrancelhas, mas não são boas para as outras partes do corpo, porque contêm hidratantes potentes que dificultam a aderência da cera nos pelos mais grossos. 



4.

Não deixar a cera secar o tempo suficiente para puxar, ou seja: a depiladora precisa saber exatamente o momento exato de puxar a cera, especialmente na virilha, que é uma região mais quente, mais sensível, de pele mais maleável e com curvaturas. Não pode puxar quando a cera ainda está mole para não enroscar, mas também não pode deixar secar muito para não quebrar.



5.

A inexperiência da depiladora. A falta de treino suficiente quando do curso de depilação. É na depilação da virilha que se reconhece uma profissional de verdade. Por isso, é necessário que os cursos de depilação tenham muitas modelos para que as alunas possam treinar, treinar e treinar. 



6. 

A maneira errada de passar a cera, ou seja passando uma quantidade grande de cera, ou então passar cera numa área muito grande. A virilha deve ser feita em pequenas partes, respeitando suas curvaturas, cavas, protuberâncias e textura de pele. Pois nessa pequena região temos uma variedade imensa das características acima citadas, isso sem contar que as diferentes peles (branca, negra, amarela), as diferentes faixas etárias, os diferentes pesos do corpo, tudo isso conta e difere uma cliente da outra na hora da depilação, especialmente da virilha.





Bem, acredito que consegui esclarecer um pouco todas vocês, espero que não aconteça de EMPLASTAR a cera em nenhuma cliente, mas se acontecer,  já sabem como proceder.



Deus abençoe o trabalho de todas com alegria, prosperidade e tranquilidade!



Mensagem do dia: LIBERDADE - FORÇA E VISÃO







 Conheça o programa de Doação de um Curso de Depilação Profissional 












Nenhum comentário:

Postar um comentário