segunda-feira, 12 de agosto de 2013

CERAS DE DEPILAÇÃO ARTESANAIS E ANVISA



Conforme informação http://lucianegranella.webnode.pt/leis-da-anvisa-sobre-cosmetica-natural/
sobre cosmética natural, definitivamente NÃO PRECISA de licença da vigilância sanitária para fabricar produtos de higiene e cosméticos artesanais, tais como sabonetes artesanais e cera de depilação artesanal.


Essa obrigatoriedade é só para produtos industrializados, ou seja produtos que são fabricados com a utilização da máquinas.

Contudo para produzir produtos artesanais é obrigatório comprar matéria prima industrializada, sendo que tais industrias devem ser regularizadas perante o devido órgão. 

 http://www.hairbrasil.com/congresso/sebrae2009/fiorentini.pdf traz a palavra do Sebrae referente DEPILAÇÃO.

VIGILÂNCIA SANITÁRIA – 
DEPILAÇÃO
Deve ter:
• Local adequado e com privacidade;
• Maca com superfície lisa e lavável que permita higienização;
• Lençol de papel descartável que deverá ser trocado a cada nova cliente;
• Mesa auxiliar, com superfície lisa ou lavável, para a colocação dos produtos 
usados no ato da depilação como cremes, talco, cera e acessórios tipo pinça;
• Lixeira com saco plástico e tampa para descarte da cera usada.
O profissional deve:
• Lavar as mãos antes e depois de atender cada cliente;
• Utilizar pinça descartável ou esterilizada a cada cliente;
• Trocar o lençol descartável a cada cliente;
• Usar cera de depilação que traga no rótulo identificação do produto, 
procedência, validade e número de registro no Ministério da Saúde ou ANVISA.

Carreira Beauty http://carreirabeauty.com/lei-estabelece-regras-para-saloes-de beleza/ também traz reportagem sobre Norma da Anvisa.

Produtos feitos de forma artesanal NÃO precisam de registro na Anvisa se os produtos industrializados utilizados tiverem seus registros. Os cosméticos artesanais não são produtos industrializados, são apenas produtos feitos artesanalmente utilizando uma receita.
Somente produtos industrializados, ou seja, produtos que são fabricados com a utilização de máquinas precisam do registro.
Fonte(s):
Abrassar - Associação Brasileira dos Fabricantes de Sabonetes Artesanais

As ceras de depilação feitas de forma artesanal se enquadram na mesma categoria dos sabonetes artesanais, que estão no grupo V dos produtos que estão sob a fiscalização da Vigilância Sanitária - COSMÉTICOS: produtos para uso externo destinados a proteção ou embelezamento de diversas partes do corpo.
http://casadaglicerina.blogspot.com.br/2012/07/registro-de-empresa-de-saboente.html

Dra. Fernanda Sendra
http://www.artesanatobaurueregiao.com.br/?pg=dicas/sabonete fala de forma simples e objetiva sobre este assunto.






4 comentários:

  1. Bom dia, Marilena!
    Pelo que entendi, não é necessário licença para fabricação nem mesmo registro do produto artesanal... Sendo assim, não existe nenhum tipo de fiscalização ao local de produção?
    Grata,
    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amiga, existe sim. É necessário que vc tenha as notas fiscais dos seus fornecedores dos ingredientes e eles devem ser jurídicos com CNPJ. O local que se faz a cera deve seguir as regras de higiene, embalagem e armazenamento e estar sempre a disposição de qualquer fiscalização. A cera deve ser apenas para uso no estabelecimento, não podendo ser comercializada. ok? Bjssss

      Excluir
    2. Então não posso fazer cera caseira pra vender?

      Excluir
  2. Onde encontrar o breu e a cera para fazer cera de depilação?

    ResponderExcluir